Confiança do comerciante sobe 0,7% em março, diz FecomercioSP

 Confiança do comerciante sobe 0,7% em março, diz FecomercioSP

O resultado configurou a quarta alta consecutiva do índice, que chegou a 111 pontos, maior nível desde outubro de 2023

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) avançou 0,7% na passagem de fevereiro para março, de acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Foi a quarta alta consecutiva do índice, que chegou a 111 pontos, maior nível desde outubro de 2023.

O resultado positivo foi puxado pelo crescimento de 2,8% nas perspectivas futuras dos empresários, aponta a FecomercioSP, que também destaca o aumento de 3% nas expectativas com a economia do País entre os participantes da pesquisa.

Na avaliação da federação, o ciclo de queda dos juros, aliado ao aumento da massa de salários, está entre os vetores que explicam esse resultado positivo. O otimismo com o futuro, porém, não reflete na avaliação dos empresários do setor sobre o presente.

O índice de condições presentes caiu 1,3% entre fevereiro e março e a propensão para investimentos recuou 0,3% no período. A cautela, avalia a FecomercioSP, está relacionada ao alto endividamento das famílias e a algumas incertezas no ambiente macroeconômico.

Neste contexto, a federação destaca que os investimentos permanecem em níveis abaixo dos observados no segundo semestre de 2023.

“Com os efeitos da queda da taxa de juros e a melhora do mercado de trabalho, que, por consequência, gera mais renda disponível das famílias, o empresariado espera que suas receitas melhorem nos próximos meses”, pontua o assessor econômico da FecomercioSP, Thiago Freitas. “Isso, porém, acaba ofuscado pelo elevado nível de endividamento das empresas e dos consumidores que, somado ao alto custo financeiro, desestimula significativamente os investimentos”, ressalta.

IMAGEM: freepik/DC