Notícias locais

30 de março de 2017

Vendas ovos de Páscoa devem crescer 8% na região


Supermercados da RM Vale abrem mais de 200 vagas temporárias durante quaresma
17692399_1235716783216233_2055295220_o

Imagem: TV Sincovat

Uma pesquisa realizada pelo Sincovat (Sindicato do Comércio Varejista de Taubaté e região) mostrou que os supermercados e setores que trabalham com chocolates têm uma expectativa de aumento de 8% nas vendas dos ovos de Páscoa, com relação a 2016.

O índice é o mesmo confirmado pela APAS (Associação Paulista de Supermercados). De acordo com diretor regional da entidade, Marcelo Nunes, os preços dos ovos estão, em média, de 6 a 8% mais caros. Segundo ele, para atingir a expectativa, os estabelecimentos investiram em produtos alternativos. "O consumidor não vai deixar de comprar os ovos de Páscoa, principalmente para as crianças, mas ele também está buscando alternativas como chocolates em barra, caixas de bombons, ovos menores com preços mais acessíveis", explica Marcelo.

Nos primeiros 20 dias de quaresma, esses produtos alternativos registraram aumento nas vendas. A procura por caixas de bombons subiu 53%, as das barras de chocolates, muito utilizadas para fazer ovos de Páscoa caseiro, cresceram 24% e a barras para cobertura aumentaram 154% .

Além dos chocolates, o período também movimenta a procura por outros itens como a colomba pascal,  o bacalhau, azeites e vinhos. Para atender o movimento, a Associação Paulista de Supermercados acredita que, só na região, o setor abra mais de 200 vagas temporárias. "Assim como no Natal nós empregamos mais gente, a Páscoa é considerada a segunda melhor data do ano. Então, precisamos contratar para diversas áreas como panificação , exposição de produtos, armação de parreiras de chocolates e até caixas", comenta o diretor.

Para o presidente do Sincovat Dan Guinsburg, o período de quaresma movimenta grande parte do comércio e também o turismo na região. "É um período que vai além das vendas dos produtos típicos. Temos na região um turismo religioso, que envolve várias cidades, um feriado prolongado, onde muitas pessoas estão dispostas a passear e acabam movimentando o comércio da região toda, como o Vale Histórico, Litoral e Serra da Mantiqueira", diz Dan.

Voltar para Notícias