Notícias locais

11 de abril de 2017

Vendas na região crescem 5% em janeiro


Os dados recebidos pelo Sincovat são da Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo, realizada pela FecomercioSP

Imagem: TV Sincovat

Em janeiro, o faturamento real do comércio varejista na região de Taubaté atingiu R$ 2,4 bilhões, alta de 5% na comparação com o mesmo mês de 2016. No acumulado dos últimos 12 meses, houve alta de 2,8% nas vendas.

Os dados recebidos pelo Sincovat são da Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), realizada mensalmente pela FecomercioSP, com base em informações da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP).

Das nove atividades analisadas, apenas o segmento de supermercados (-6,2%) apresentou queda nas vendas em janeiro, na comparação com o mesmo mês de 2016. Já os segmentos de concessionárias de veículos (23,1%) e materiais de construção (14,6%) registraram aumento no faturamento e garantiram o bom desempenho do varejo no mês.

A pesquisa é segmentada em 16 Delegacias Regionais, entre elas Taubaté – composta por 39 municípios. Para o presidente do Sincovat, Dan Guinsburg, esse aumento mostra  a tendência de um ano melhor para o varejo da região e uma boa expectativa para o Dia das Mães. “Em 2016 crescemos 2,3% e começamos janeiro com aumento de 5%. A confiança do consumidor está, aos poucos, voltando e refletindo no comércio. Agora, a primeira importante data para o varejo é o Dia das Mães. Esperamos um aumento ainda maior”, explica Dan.

 

Desempenho estadual

Após um 2016 difícil, no qual o comércio varejista do Estado de São Paulo basicamente não avançou, os dados do setor em janeiro mostram aumento expressivo das vendas no Estado e apontam claramente para o início de um ciclo de crescimento em 2017. No primeiro mês do ano, o varejo paulista registrou faturamento real de R$ 48,4 bilhões, alta de 4,2% na comparação com janeiro de 2016, cerca de R$ 2 bilhões acima do valor apurado no ano passado. Foi o quarto melhor resultado para o mês de janeiro desde o início da série histórica, em 2008. No acumulado dos últimos 12 meses, o setor apresentou alta de 0,8%.

Entre as 16 regiões analisadas pela Federação, apenas Osasco (-10,3%), Bauru (-4%) e Guarulhos (-1,6%) registraram queda no faturamento em janeiro, na comparação com o mesmo mês de 2016. Os melhores desempenhos foram observados nas regiões de Marília (13,4%), Araraquara (12,8%) e Ribeirão Preto (11,4%).

Voltar para Notícias