Notícias locais

3 de julho de 2018

Comércio eletrônico na região cresce 12% e tem o maior tíquete médio do Estado


Dados do Sincovat mostram que faturamento por pedido no primeiro trimestre do ano foi de R$ 441,44

O faturamento real do comércio eletrônico na RM Vale atingiu R$ 207,3 milhões no primeiro trimestre 2018, alta de 12,2% em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado de 12 meses, as vendas do e-commerce na região cresceram 6%.

Os resultados compõem a Pesquisa Conjuntural do Comércio Eletrônico (PCCE) elaborada pela FecomercioSP, por meio do seu Conselho de Comércio Eletrônico, em parceria com a Ebit.

A pesquisa divulgada pelo Sincovat (Sindicato do Comércio Varejista de Taubaté e região) traz dados sobre faturamento real, número de pedidos, tíquete médio e permite mensurar a participação do e-commerce nas vendas totais do varejo (eletrônico e físico) no Estado de São Paulo, segmentado em 16 regiões.

O levantamento mostra ainda que o número de pedido do comércio eletrônico no Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e Litoral Norte atingiu 469,7 mil nesse primeiro trimestre, ante os 419,2 mil do mesmo período do ano passado, um aumento de 12%.

A região tem o maior tíquete médio (faturamento por pedido) no Estado, de R$ 441,44; 0,2% superior ao apresentado nos três primeiros meses de 2017 (R$ 440,66). A participação do e-commerce no faturamento do varejo geral aumentou 0,1 ponto porcentual (p.p.), passando de 2,6% para 2,7%.

“O e-commerce retomou de forma mais robusta o crescimento no começo de 2018 se comparado a outros segmentos da economia. Em março, mais especificamente, tivemos o Dia do Consumidor, uma importante data para as vendas online principalmente. Além disso, percebemos uma grande mudança de comportamento do consumidor, usando os dispositivos móveis para comparar, consultar e comprar todos os tipos de produtos, sejam duráveis, semiduráveis e não duráveis no comércio eletrônico”, explica o presidente do Sincovat, Dan Guinsburg.

 

Desempenho estadual

As vendas do comércio eletrônico no Estado de São Paulo cresceram 4,4% no primeiro trimestre de 2018, se comparado ao mesmo período de 2017, atingindo R$ 4,06 bilhões. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o faturamento real avançou 8,8% em janeiro, recuou 1,9% em fevereiro e voltou a crescer 5,4% em março. No acumulado dos últimos 12 meses, após encerrar 2017 com uma alta de 4,2%, a taxa de crescimento real das vendas do setor subiu para 5,1% no primeiro trimestre de 2018.

Voltar para Notícias